Negócio de Mãe

Conheça quem participa da 1ª feira materna realizada pelo coletivo @asvizinhas 

 

Melissa e Fernanda – @picniquemaedoteca
Irmãs e mães do João Pedro, do Lorenzo, do Gael e da Nina
Decidiram montar o espaço onde mais gostariam de ir com seus filhos. Pensaram num ambiente em que pudessem conciliar a maternidade com o lado profissional, tipo trabalhar em esquema de coworking, vendo os filhos brincando no salão ao lado, a poucos passos de um abraço! Um lugar ode eles se divertem com segurança e que, enquanto isso, elas também tivessem o seu momento de relaxar, tomar um café ou, porquê não, um espumante? Assim nasceu a PicNic Maedoteca.


Cris Bertotti @dcereserva
Sou Cris Bertotti, mãe do Vítor (10 anos) e da Gabriele (7 anos).
A motivação para fazer uma transição profissional aconteceu quando eu estava para completar 40 anos de idade e não me via mais no trabalho burocrático. A vontade de realizar algo que pudesse trazer a alegria para o outro era tão grande que descobri em minhas memórias afetivas a habilidade e a satisfação em fazer doces. A partir daí me formei em gastronomia e segui me dedicando à confeitaria.

 

Mari Campello @mexerixa_bsb e @historiasnoparque
Mãe da Catarina (5 anos) e do João Vicente (11 meses) e também do Histórias no Parque, projeto de contação de histórias e promoção do brincar em espaços públicos de Brasília.
Além de mãe sou jornalista, estudante/professora de pedagogia Waldorf, co-fundadora do jardim de infância Palipalan, eterna aprendiz de contadora de histórias e inventadora de moda. Após o término da minha licença a maternidade decidi que passaria o primeiro ano do meu filho com ele e pra ganhar um dinheirinho e apoiar o projeto de uma amiga mãe carioca me tornei representante da marca dela Mexerica Pra Brincar em BSB. Hoje faço parte do coletivo AsVizinhas e nossa intenção é colaborar com outras mães empreendedoras e fortalecer e promover o movimento.

Denise – @nasnuvensprojetoscriativos
Sou a Denise, mãe do Danilo – 5 anos e do Davi a caminho 27 semanas.
Me descobri decoradora/empreendedora brincando de fazer festa pro Danilo, me sentia tão realizada fazendo, pensando em cada detalhe que resolvi transformar isso em trabalho. Assim surgiu o @nasnuvensprojetoscriativos com a proposta de criar festas afetivas, intimistas e criativas.

 

Tricia – @triciaartes 
mãe de Henrique 13 e Bianca 4. Eu já costurava há algum tempo mas com o nascimento da minha filha me interessei pela confecção de suas próprias roupas já que eu não encontrava no mercado roupinhas diferenciadas e com cara de infância. Surgiu então a ideia de fazer um modelo básico/confortável de vestido em várias versões: dupla-face, em algodão, no jeans, bordado a mão….depois que postei a foto do primeiro vestido que fiz pra ela outras mães também se interessaram e então comecei a comercializá-los. Primeiro fazia por encomenda e agora vendo em algumas feiras e bazares na minha cidade. Depois do vestido também surgiram também as saias (longas e curtas ) e as camisas para os meninos .

Anderson Rafael @sucosdosolo
Anderson, pai do Bento. Com o nascimento do bento passei a pensar um pouco mais sobre a qualidade da alimentação e uma forma de vida mais equilibrada. Percebi também a importância de ter um café da manhã de qualidade, pois alguns dias era a refeição que fazíamos juntos como família. A partir disso, passamos a preparar e buscar receitas de sucos que fossem gostosos para oferecer ao pequeno, coloridos para serem atrativos aos olhos e nutritivos para fazer bem ao corpo. Essa foi a motivação para o surgimento da dosolo – sucos nutritivos e, a partir disso, passei a buscar um suporte profissional e especializado com apoio de nutricionista.

Ana Inês   @cozinhadominichef 
Sempre adorei escrever, contar histórias e brincar de Cozinha. Assim nasceram minhas descobertas profissionais. Depois de 20 anos de atuação no jornalismo – escrevendo e contando histórias (também no Blog Repórter Mãe) – criei a Cozinha do MiniChef, com a qual redescobri o gostinho de infância. Quando criança, no pequeno jardim de um apartamento térreo, fazia das ervas (hortelã, capim santo e erva cidreira), um verdadeiro chá de bonecas… aos 8 anos de idade descobri as receitas de bolo, que completavam a brincadeira. Mais tarde, ao nascerem minhas maiores inspirações – Íris, Davi, Caio e Nina – cultivei novas sementes sobre a Consciência Alimentar, desde a amamentação exclusiva, às primeiras refeições e hábitos saudáveis para a vida. Ali, na cozinha, poderia trabalhar e acompanhar de perto o crescimento de meus filhos. Com a mesma receita, na Cozinha do MiniChef, abri a brincadeira a muitas outras crianças. Em minha história de empreendedorismo, já trabalhei com arte em papelaria, para pagar a faculdade; fiz decoração de festas e casamentos e hoje invisto no meu trabalho de Cake Desing e nos temperos da Gastronomia Infantil.

Mirella Kacinskis @ellartistic
Mãe da Isabella – 4 anos e meio e da Letícia – 8 meses
Quando a Letícia tinha dois meses eu comecei a aprender caligrafia e lettering como uma válvula de escape artística para a rotina casa-marido-trabalho-filhas. O perfil do Instagram era minha forma de me disciplinar para me forçar a ter o meu momento e criar algo todo dia, mas ele se tornou muito mais do que isso quando as pessoas começaram a ver, elogiar e fazer pedidos.

Alessandra @alemouraatelie07
Sou Alessandra, mãe da Agatha 08 anos e Gabriel 03 anos. Sempre me perguntava qual seria meu talento, pois todas as atividades que desenvolvia não me deixava satisfeita. Quando Gabriel nasceu, tinha intolerância à lactose e outras alergias, isto, me fez desenvolver algumas comidinhas para ele, e alguns bolinhos para mesversario. Logo me identifiquei muito na confeitaria, então procurei me aperfeiçoar e hoje cuido da minha família e trabalho em casa.

Luciana Caixeta @hippo.feitoamao
Mãe do Paulo Henrique 4 anos e do Matheus 1a e 8m
Descobri o fio de malha junto com a minha tia por acaso, há mais ou menos 1ano e meio atrás.   Aprendi o crochê sozinha, vendo vídeos, desmanchando as coisas mil vezes. Eu com bebê recém-nascido ficava em casa e ia fazendo cestinhos pro quarto dos meninos, pras amigas. Foi crescendo e nesse processo criamos a Hippo

Glaucia – @QUITANDOQUINHA
mãe da Thaís (3anos), mãe do Quitandoca, do Quitandoquinha e do Quitandinha Baby. Mudei de cidade, de profissão, até que nasceu minha filha. Uma bebê tão linda, cheia de cabelo. Com 10 dias de nascida, fiz uma “chuquinha”. Com 6 meses, o primeiro rabinho de cavalo.
Os “meus” primeiros laços eram minúsculos e, aos poucos, fui experimentando novos tamanhos e modelos. Pronto. Rapidinho fiquei viciada em laços. Em busca por acessórios para minha filha, o Quitandinha Baby surgiu. Um e-commerce feito por uma mãe para outras mães.

Carina Alves @art.sling
Sou a Carina Alves, mãe da Ísis – 2 anos e 6 meses. Ainda grávida vi a maravilha que podia ser o sling na minha maternidade. Por falta de grana decidi fazer meu próprio sling, outras mães foram pedindo para elas e isso virou um empreendimento. Durante minha licença maternidade fiz o curso de Assessora em Babywearing e aí sim me apaixonei profundamente por esse mundo… Fiquei desempregada pós-licença e me agarrei nessa oportunidade que hoje é a ArtSling. Também faço revenda de várias outras marcas brasileiras de carregadores, além de outros produtos associados a bebês.
Como sempre digo, a minha Isis, deusa da Maternidade, veio transformar minha vida como nunca imaginei.

Monia Guaitanele @monia.doces
Mãe da Alice Alegria – 6 anos, professora de educação infantil, doceira e catsitter. Há quase 2 anos, por incentivo de uma amiga, comecei a fazer doces e cupcakes. Ao longo desses anos recebi alguns desafios e o que mais gostei foi o de fazer brigadeiros com frutos do cerrado como o jatobá, e acreditem, o brigadeiro fica delicioso! O que mais me motiva nessa parte de doceira é receber retornos positivos quanto ao meu trabalho. Não estou perto de ser gourmet mas o que ofereço tem gosto de infância, do simples, do que foi tirado do caderno de receitas da minha mãe.

Andreya @eraumavezlivrosdepano
Sou Andreya, mãe do Kamau de 3 anos e a Era uma vez surgiu da minha vontade de fazer um livro para o meu pequeno, ao fazer, descobri como eu gostava de trabalhar com costura, criação e crianças, após um ano de livros feitos, os brinquedos de madeira tomaram conta do meu coração e entraram para ficar. Sou apaixonada pelo universo infantil, principalmente incentivando o brincar livre.

Desirée – @decorazonobjetos
Sou a Desirée, mãe da Manuela e da Sofia, gêmeas de 8 anos.
Quando decidi comemorar o primeiro ano delas, tive dificuldade para encontrar em Brasília objetos e peças decorativas que tivessem a cara da uma festa intimista, simples e linda como a que queria para elas. A partir de então, sempre que viajava trazia comigo a mala repleta de lindezas para decorar as festas delas e com o tempo me converti em uma verdadeira colecionadora apaixonada pelo mundo das festas. Minha coleção foi crescendo e assim nasceu a Decorazón, uma empresa onde faço a locação de peças e objetos com a minha curadoria, com muito cuidado e carinho.

Inaiá Sant’Ana @quitutices
Sou Inaiá Sant’Ana, relações públicas e publicitária de formação, cozinheira por paixão. Mãe da Isabelle, de 6 anos. Minha jornada na cozinha começou 3 anos depois que Isa nasceu. Queria oferecer uma alimentação mais saudável para ela, além de querer passarmais tempo com ela e me aventurei. Larguei meu trabalho e fui estudar gastronomia. Em 2014 criei a Quitutices, uma confeitaria sem glúten e sem leite. Comecei em casa, por encomenda e deu tão certo que abri uma loja 2016. Empreender não é nada fácil. Mas vale muito a pena.

Queremos montar uma rede de pais e mães empreendedoras para que possamos crescer e valorizar o trabalho que nasce e cresce em família. Faça Parte deste grupo também!

Anúncios